Outro método fácil para se detectar um fly-back em curto - Eletrônica Service
Outro método fácil para se detectar um fly-back em curto

Outro método fácil para se detectar um fly-back em curto

Compartilhar

Observação: Este procedimento é perigoso, e deve ser feito com bastante cuidado, mantendo tudo isolado e longe de partes metálicas da bancada e do chassi.
Procedimento: Desligue o coletor do transistor de saída horizontal do circuito e, em série com ele, ligue o enrolamento primário de um fly-back que você sabe estar em perfeito estado. Se for gerada alta tensão entre a chupeta e os pinos é porque o transformador fly-back original está em curto. Você também pode verificar se o transistor está aquecendo, ou se também o corpo do fly-back esquenta.

  
- Como descobrir se um fly-back está com defeito

Pages